Português Italian English Spanish

Coronavírus: mitos e verdades

Coronavírus: mitos e verdades

Data de Publicação: 28 de março de 2020 09:23:00

Por Natália Lázaro
No Metrópoles
09:23

Com o primeiro caso registrado há quase cinco meses, na China, o coronavírus é uma doença que pode ser silenciosa e fatal. Em pouco tempo, a Covid-19 se alastrou pelo mundo e chegou em todos os países.

Somente na Itália, atual epicentro da pandemia, ela já matou mais de oito mil pessoas desde fevereiro, sendo 919 apenas na quinta-feira (26/03). No Brasil, em duas semanas, o coronavírus matou 92 e infectou 3.417.

Pelo fato de ainda ser uma doença em processo de descoberta, mitos e verdades rondam as redes sociais e assustam a população. De acordo com a infectologista Ana Helena Germoglio, a mutação do vírus é o principal motivo da dificuldade em estudá-lo.

“Apesar de ser um vírus que já existia, esse novo tipo ainda não tinha se manifestado. O primeiro caso foi no fim do ano. Tudo ainda é muito novo e a cada dia a gente aprende algo sobre ele”, explicou.

Com isso, a especialista defende embasar as medidas locais naquelas adotadas por outros países que já conseguiram controlar a situação. Enquanto as pesquisas da doença estão em desenvolvimento, ela ressalta a importância da prevenção para evitar um maior alastramento da Covid-19 pelo mundo.

“Ainda é uma doença que gente tem muito a pesquisar e descobrir. Por isso é importante pegar exemplos, como a China, para aprender a lidar com as consequências do vírus. Temos que praticar as formas de prevenção e nos cuidar”, alertou a médica.

Metrópoles separou 10 perguntas sobre o coronavírus que vem aparecendo nas redes sociais para desvendar se são mitos ou se tem algum embasamento.

1- O vírus é transmitido pelo ar?

Verdade. De acordo com a infectologista, o vírus pode propagar no ar por meio de gotículas de saliva. Para evitar o contágio, ela recomenda uma distância de 2 metros entre as pessoas. “Se a pessoa tossir, cuspir ou espirrar, as gotículas ficam suspensas no ar e levam o vírus. Por isso é recomendado o uso de máscaras e o isolamento social”, explicou.

2 – Vitamina C pode curar o coronavírus?

Mito. “Não existe nenhum estudo comprovatório de nenhuma vitamina ou remédio para curar o coronavírus“, disse. Ela ressaltou a importância de manter um bom nível de vitamina C no sangue, mas que não há eficácia comprovada nesse caso em específico.

3 – Jovens e crianças estão imunes à doença?

Mito. Segundo a médica, ninguém está imune à doença. Ela explicou que na população pediátrica (abaixo de 9 anos), o aparecimento dos sintomas ou gravidade da situação tem sido menores. Mas o fato de ser assintomático não significa a falta da infecção.

4- O vírus pode não apresentar sintomas quando infectado

Verdade. “No total, 80% das pessoas infectadas não vão apresentar sintomas ou vão sentir somente um desconforto leve, como um resfriado”, explicou a médica. Ela alertou que o momento certo de procurar um hospital é quando os sintomas considerados mais graves, como febre e falta de ar, surgirem.

5 – Existe cura para a doença?

Mito. A médica explicou que não existe um procedimento específico para o coronavírus. Como toda doença viral, pode haver uma “cura espontânea” pelo ciclo do vírus, tal como a gripe ou resfriado. Mas isso não significa que tenha um tratamento “criterioso” para o caso. “A gente pode dizer que o indivíduo está recuperado quando desaparecem os sintomas, mas não tem nada que cure a doença ainda”, explicou.

6 – O coronavírus foi inventado em laboratório?

Mito. “Não há absolutamente nada que chegue perto dessa hipótese, nada científico”, disse a médica, ao afirmar que o coronavírus já existia em outras formas de mutação.

7 – A dengue é mais comum que o coronavírus?

Verdade. O número de casos de infectados por dengue no Brasil é maior em comparação ao coronavírus. Somente este ano, teve um aumento de 300% dos casos no Distrito Federal. Entre 29 de dezembro e 18 de janeiro, segundo dados do Ministério da Saúde, foram identificados mais de 30 mil casos de dengue no país.

8 – Metanol pode matar o vírus?

Mito. A especialista ressaltou que não há um medicamento com eficácia comprovada, apesar de a cloroquina estar sendo testada. Porém, ela pontuou que, mesmo que o álcool curasse a doença, a ingestão não é recomendada.

9- O vírus não sobrevive a clima quente.

Mito. No início da pandemia, a hipótese era de que o vírus só sobrevivia a lugares frios. Porém, o fato da proliferação da doença no Brasil e em outros países de clima quente comprovou o oposto.

10 – O coronavírus pode ser transmitido por meio de objetos ?

Verdade. De acordo com a infectologista, a contaminação por superfície é a mais comum. Por isso, a importância de sempre higienizar as mãos e evitar tocar muitas superfícies e sempre higienizar muito bem as mãos.

  Seja o primeiro a comentar!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Envie seu comentário preenchendo os campos abaixo

Nome
E-mail
Localização
Comentário