Português Italian English Spanish

Eleições 2020: Um jogo sendo jogado

Eleições 2020: Um jogo sendo jogado

Data de Publicação: 25 de maio de 2020 17:50:00

Por Léo Mendes
do CANAL 2N
17:50

Apesar da crise sanitária, e de seus inegáveis efeitos sobre o calendário eleitoral, em Campina Grande (bem como em todo o Brasil), o jogo vem sendo jogado; e com os competidores preparando seus times e suas táticas para muito além dos simples treinos.

Este vem sendo o caso do neocomunista Inácio Falcão (PCdoB). Dono de uma prática político-eleitoral meio assistencialista e muito voluntariosa; com uma carreira política de muitos êxitos; o atual deputado estadual, praticamente, conseguiu consolidar sua candidatura à PMCG no campo de centro esquerda.

Esse campo, como, aliás, por várias vezes destacamos aqui, normalmente pouco afeito às coesões eleitorais, parece cada vez mais unificado em torno do nome do deputado. E, verdade seja dita, por mérito deste, que vem construindo sua postulação com firmeza e sem recuo desde as eleições de 2018, quando foi o deputado estadual mais votado em nossa cidade.

A partir de seu mandato na Assembleia Legislativa, mantendo sua estratégia eleitoralmente vitoriosa, aglutinou seu partido e, na prática, “emparedou” o campo de centro-esquerda campinense, que, a essa altura do campeonato, parece não ter mais margem para manobra. Não para a candidatura a prefeito, vez que outra postulação poderá significar diversionismo, divisão.

Aliás, na atual conjuntura, o nobre deputado neocomunista mostra-se como um dos poucos nomes do campo de centro esquerda em condições de abrir espaço para a aglutinação de partidos do centro democrático em Campina Grande, com possibilidade de compor inclusive com a suplente de deputada federal Ana Cláudia (Podemos), fato que fortalece ainda mais seu nome político e eleitoralmente.

Ainda no campo das esquerdas locais, o professor Márcio Caniello, ex-presidente do diretório municipal do PT, lançou manifesto interno defendendo candidatura própria e, ato contínuo, com seu próprio nome. A proposição, entretanto, parece não ter encontrado eco na maioria das tendências internas do partido, que tendem a manter a defesa da “frente ampla de centro-esquerda”.

Há quem diga que a proposta de Caniello teria por objetivo fortalece-lo como pré-candidato a vereador, como estratégia para chamar a atenção para seu nome; um quadro político experiente e intelectualmente preparado, mas, limitado ao ambiente acadêmico e partidário, com pouca inserção popular.

No campo da direita gospel-oligárquica, as cisões também estão aflorando à medida que os prazos eleitorais se estreitam. Embora o prefeito Romero Rodrigues (PSD) venha tentando construir uma candidatura oficial, ao que parece, em torno do também deputado estadual Tovar Lima (PSDB), as defecções e resistências vêm aumentando.

Recentemente, por exemplo, o deputado estadual Manoel Ludgério e sua esposa Ivonete Ludgério, esta presidente da Câmara Municipal de Campina, ambos do PSD, partido do prefeito campinense, teceram críticas pessoais e políticas aos métodos de escolha do nome e ao próprio nome de Tovar Lima, anunciando aos quatro ventos que não apoiam e nem votarão no mesmo.

Como se vê, a campanha eleitoral em Campina Grande, mesmo sob as limitações da pandemia, está a pleno vapor e se afunilando. E, pelo cenário de hoje, se polarizando, mesmo que com disputas e defecções de lado a lado, os indicativos induzem a se imaginar que essa polarização, com os nomes já postos, se consolidará.

Os times já estão em campo! O jogo está sendo jogado!

(O autor é histotiador)

  Seja o primeiro a comentar!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Envie seu comentário preenchendo os campos abaixo

Nome
E-mail
Localização
Comentário