Português Italian English Spanish

Eleições 2020: Em Parauapebas, o final de semana prolongado marcou o início da campanha eleitoral

Eleições 2020: Em Parauapebas, o final de semana prolongado marcou o início da campanha eleitoral

Data de Publicação: 9 de setembro de 2020 16:39:00
Por Léo Mendes
Do CANAL 2N

Este final de semana prolongado marcou o início efetivo da disputa para as eleições municipais 2020 em Parauapebas com uma série de eventos típicos das campanhas eleitorais.

O primeiro deles foi o encontro com ares de comício que selou aliança entre o ex-prefeito Valmir Mariano (PSD) e a ex-pré-candidata Francine do HiperSenna (PSDB). O evento contou com um bom público; parte, por certo, claquete. Mas, de qualquer modo, a coligação fortalece as pretensões eleitorais de ambos os partidos.

O segundo momento eleitoral, realizado no feriado de 7 de setembro, aliás, data por si com forte apelo eleitoreiro, foi a convenção do PRTB, que lançou o nome de Júlio César como candidato a prefeito no município, embora ainda em negociações com a pré-candidata do Joelma Leite (PL). Algumas fontes dão conta que a aliança emperrou por falta de acordo em torno do nome que lideraria a chapa.

Outra pré-campanha que utilizou o final de semana prolongado para aparecer ante a população foi a do PSOL mesmo sofrendo os efeito dos limitados recursos. Seu pré-candidato, Doutor Rubens, de quem, se esperava, buscasse ocupar o espaço da centro-esquerda deixado pelo PT na cidade, parece, ao menos até agora, recusar esse papel, evitando o discurso ideológico e tentando apresentar uma “campanha propositiva”, seja lá o que isso quer dizer.

Outro nome que vem se apresentando, mais nas redes sociais que nas ruas, como pré-candidato a prefeito em Parauapebas é Falcão (do Solidariedade). Entretanto, sem muitos recursos e com uma estrutura partidária frágil, muitos afirmam que seu objetivo é negociar com alguma das candidaturas mais fortes para garantir condições de almejar uma cadeira na Câmara dos Vereadores.

Também no final de semana, o PT anunciou a oficialização pelo Diretório Nacional de sua aliança com o prefeito Darci Lermen (MDB) e a formação de sua chapa proporcional, num clima de otimismo: o objetivo é eleger pelo menos dois/duas vereadores/as.

Por fim, temos o prefeito e pré-candidato à reeleição Darci Lermen (MDB) que, aos dias de hoje, apresenta a mais adiantada campanha. Não só porque negocia, às claras e às escuras, nas mais diversas frentes; mas, acima de tudo porque detém a maior estrutura política partidária.

Além disso, desde que a pandemia paralisou as campanhas de seus adversários, o núcleo político do atual prefeito passou agir em três vertentes simultaneamente. Na primeira, se utilizando das ações de enfrentamento aos impactos da pandemia na cidade tentando minimizar o desgaste de sua imagem e de sua administração.

Na segunda, com o lançamento de um conjunto de obras, reais e/ou virtuais, que não só deu a aparência de um governo extremamente laborioso, mas também serve como uma fonte de contratos, contratações e geração de emprego, especialmente junto às camadas mais pobres, as mais afetadas pela crise econômica e sanitária.

Por último, foi lançada uma ofensiva de marketing, através dos mecanismos à disposição de qualquer máquina pública em qualquer município brasileiro: contratos publicitários com os mais diversos órgãos de imprensa acompanhados da intensificação da sua presença nas redes sociais, consideradas um dos principais instrumentos para uma campanha vitoriosa nestas eleições.

Agora, finalmente, podermos afirmar: o jogo começou!

Atualização: Leo Mendes Filho comenta a pesquisa de intenção de voto para a prefeito de Parauapebas (Pará) divulgada hoje (09/set):

(O autor é historiador e professor de Hstória)

  Seja o primeiro a comentar!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Envie seu comentário preenchendo os campos abaixo

Nome
E-mail
Localização
Comentário