Português Italian English Spanish

Por uma eleição limpa, transparente e livre de contágio

Por uma eleição limpa, transparente e livre de contágio

Data de Publicação: 1 de outubro de 2020 17:49:00
Por Sinvaldo Braga
Do Canal 2N

Chegou a hora de Parauapebas ver seu primeiro debate público entre os principais candidatos a prefeito. E não há mais desculpas para que isso não aconteça!

Parauapebas é a quinta maior população do Pará e a segunda maior receita do Estado. Com suas exportações de minérios, é uma das cidades mais importantes para a economia do país.

É um verdadeiro atentado contra a democracia o eleitor não ter a oportunidade de ver os pretensos gestores de bilhões em receitas anuais em um debate de ideias e propostas.

Votar em candidato despreparado e sem propostas é como assinar um cheque em branco para um desconhecido. No caso de Parauapebas, um cheque de mais de 1,5 bilhão de reais por ano.

Desse modo, é imprescindível para a construção da opção de voto que os eleitores possam ver os candidatos sendo submetidos a perguntas do povo e de seus oponentes, com réplicas e tréplicas.

Nos dias atuais, são várias as formas que podem tornar um debate eleitoral possível e com alcance nunca antes imaginado como, por exemplo, a realização por algum canal de TV local com reprodução livre, gratuita e simultânea pelo Facebook e YouTube.

Mesmo que a audiência na transmissão ao vivo alcance uma pequena fração dos eleitores, as redes sociais se encarregarão de fazer com que todos (ou a ampla maioria) tenham contato com o desempenho e propostas dos candidatos.  

Será uma excelente oportunidade para diferenciar quais dos aspirantes a prefeito que realmente têm projetos para a cidade e quais são aqueles que apenas estão em busca de seus 15 minutos de fama.

A realização de debates nesta eleição se torna ainda mais necessária quando levamos em consideração a atual situação de pandemia pela qual passamos.

É temerária e irresponsável, do ponto de vista da saúde pública, a aglomeração de pessoas em caminhadas, comícios ou até mesmo em comitês.

Portanto, debates televisionados e transmitidos pela internet permitiriam aos eleitores conhecer os candidatos e suas propostas sem que se exponham ao risco de contágio.

Por uma eleição limpa, transparente e livre de contágios, que venham os debates eleitorais.

E que, para o bem de Parauapebas, vença o mais preparado e de melhor proposta.

  1 Comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Envie seu comentário preenchendo os campos abaixo

Nome
E-mail
Localização
Comentário

Parabéns pela matéria, muito boa e coerente. Mas parabéns acima de tudo por levantar essa bandeira, de propor o debate amplo e democrático! Está na hora!