Português Italian English Spanish

Reeleição de Darci: uma mera formalidade eleitoral

Reeleição de Darci: uma mera formalidade eleitoral

Data de Publicação: 7 de outubro de 2020 12:38:00
Por Sinvaldo Braga
Do Canal 2N

Foi divulgada a primeira pesquisa Ibope após o registro oficial das candidaturas para prefeito de Parauapebas. Para um observador mais atento, o resultado não surpreende: Darci ganha de Valmir em todos os cenários, seja espontâneo ou estimulado.

E por que, apesar dos pesares, Darci ainda ganha?

Bem, a resposta para isso pode estar na folha corrida de seu principal adversário. O governo Valmir da Integral foi um desastre, tanto do ponto de vista econômico quanto policial.

As incontáveis operações do Gaeco (Grupo de Atuação Especial no Combate ao Crime Organizado) culminaram na prisão de 3 secretários e faziam de seu governo um lugar de pânico e desespero. Todos acordavam pensando que aquele poderia ser o dia em que estampariam as páginas policiais.

E o pior, Valmir da Integral, que em matéria de política não consegue somar 2 + 2, com sua vaidade e despreparo, era ele mesmo o epicentro de todas as crises do governo.

Na área econômica, Valmir da Integral também foi uma catástrofe, um flagelo para o município.

Quando o então governador Simão Jatene tirou mais da metade da receita da Cota Parte do ICMS de Parauapebas, Valmir não fez qualquer objeção ou protesto. Cinicamente cruzou os braços como se não tivesse nada a ver com aquilo.

De uma receita de 20,12% em 2013, primeiro ano de seu mandato, despencou para 11,69% em 2016, último ano de sua desastrosa gestão.

Em 2017, com orçamento aprovado ainda por Valmir da Integral, a Cota Parte de ICMS caiu ainda mais e foi a míseros 9,48%.

Na geração de emprego, uma ironia: o empresário que assumiu o cargo de prefeito prometendo gerar empregos para a população, “porque sabia fazer” – dizia ele –, fez exatamente o oposto: destruiu os empregos da cidade.  Sua gestão sumiu com 13.396 postos de trabalho de 2013 a 2016.

Darci, nos 3 primeiros anos de governo (2017, 2018 e 2019) e até o mês de setembro de 2020 já gerou 13.527 novos postos de trabalho.

Enfim, a gestão do velho Valmir não foi criminosa apenas no sentido policial, mas também foi extremamente danosa para a economia do município.

Em relação à eleição deste ano, Darci conseguiu conquistar 15 partidos para sua base de apoio à reeleição, o que lhe permite contar com um verdadeiro exército de cabos eleitorais com força de votos.

Já Valmir tem apenas 3 partidos em sua coligação e pouco mais de algumas dezenas de candidatos a vereador, salvo raras exceções, todos espoca-urnas.

Por tudo que foi exposto, fica fácil entender o porquê que Darci Lermen desponta como líder nas pesquisas de intenção de votos.

O gaúcho de Santo Cristo tem pela frente uma avenida pavimentada pelo seu próprio adversário.

Seu quarto mandato parece ser apenas uma questão de tempo, mera formalidade eleitoral.

  Seja o primeiro a comentar!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Envie seu comentário preenchendo os campos abaixo

Nome
E-mail
Localização
Comentário