Português Italian English Spanish

Alerta: por conta da segunda onda do Covid-19, Inglaterra determina novo lockdown

Alerta: por conta da segunda onda do Covid-19, Inglaterra determina novo lockdown

Data de Publicação: 5 de novembro de 2020 10:00:00
Por Redação
Do YAHOO NOTÍCIAS

Os 56 milhões de habitantes da Inglaterra devem respeitar a partir desta quinta-feira (5) um novo confinamento para frear as infecções, como já acontece em outras nações da Europa, afetada por uma implacável segunda onda da pandemia que tampouco dá trégua nos Estados Unidos, país que registrou o recorde de 100.000 novos casos em apenas um dia.

Durante pelo menos quatro semanas, os ingleses serão autorizados a sair de casa apenas para comprar comida, comparecer ao médico, praticar exercícios ou seguir até o trabalho, quando não for possível adotar o ‘home office’.  País mais afetado da Europa pela pandemia, o Reino Unido registra quase 48.000 mortes provocadas pela covid-19, com 492 vítimas fatais apenas na quarta-feira, o maior balanço diário desde maio.

Depois de resistir à ideia de um segundo confinamento nacional, o primeiro-ministro Boris Johnson anunciou no sábado passado que o Reino Unido seguiria os passos de países vizinhos, como França e Irlanda, com a esperança de poder permitir as reuniões das famílias durante o Natal. “Vamos pagar por isto durante anos”, lamentou Joe Curran, proprietário do pub The Queen’s Head, em Londres.

Em previsão aos graves efeitos econômicos da pandemia, o Banco da Inglaterra (BoE) anunciou nesta quinta-feira uma ampliação do programa de compra de ativos de 150 bilhões de libras adicionais (200 bilhões de dólares), o que eleva o pacote de estímulo financeiro a 895 bilhões de libras (1,16 trilhão de dólares).

(…)

(Com informações do DCM)

  Seja o primeiro a comentar!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Envie seu comentário preenchendo os campos abaixo

Nome
E-mail
Localização
Comentário