Português Italian English Spanish

Vacinas: sem critérios, Governo Bolsonaro coloca o Pará no fim da fila

Vacinas: sem critérios, Governo Bolsonaro coloca o Pará no fim da fila

Data de Publicação: 13 de fevereiro de 2021 11:36:00
Por Redação
Do SOL DO CARAJÁS

Insegurança e culpa - Demonstrando  insegurança e revelando culpa pelo caos na pandemia, o ministro da saúde, Pazuello, é massacrado pelos senadores em sessão ocorrida no último dia 11/02, o tema era a crise provocada pelo governo federal no combate a pandemia, causando milhares de mortes no Brasil.

Pará é discriminado - O senador Jáder Barbalho cobrou o ministro da saúde pelo fato do Pará ser o estado que menos recebeu vacinas contra a Covid-19, apesar de ter a nona maior população do Brasil, são 8.702.353 habitantes, Pazuello não soube explicar e poderá ser acionado judicialmente por mais esse desvio (leia aqui).

Explicação pode ser eleitoral - Fica claro o desprezo do governo federal pelas leis e por toda a população brasileira, em especial pelos moradores do norte e nordeste.

Estado como o Goiás, apesar de ter uma população inferior a do Pará, recebeu mais vacinas. Bolsonaro teve mais votos pra presidente no Goiás, onde alcançou 65,52% dos votos no segundo turno, já no Pará, ele perdeu para Haddad.

Outro estado beneficiado foi o Mato Grosso do Sul, onde Bolsonaro também teve vitória expressiva no segundo turno de 2018, com 65,22%.

O ministro não conseguiu explicar qual o critério de distribuição das vacinas por estado, mostrando total desconhecimento da situação caótica na saúde pública, em grande parte causada por ele e por seu chefe, Bolsonaro.

Veja vídeo aqui.

  Seja o primeiro a comentar!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Envie seu comentário preenchendo os campos abaixo

Nome
E-mail
Localização
Comentário