Português Italian English Spanish

Casos de atrizes pornô com HIV paralisa indústria de filmes eróticos no Brasil

Casos de atrizes pornô com HIV paralisa indústria de filmes eróticos no Brasil

Data de Publicação: 15 de fevereiro de 2022 21:22:00

Por Redação
ALÔ ALÔ BAHIA

A confirmação de três casos de atrizes pornô com testes de HIV positivos em São Paulo, principal polo de produção de filmes adultos no país, praticamente paralisou a indústria nacional de filmes do gênero, mostra reportagem do jornal Folha de S.Paulo publicada nesta sexta-feira (11).

Segundo a publicação, os registros obrigaram os produtores a revisarem a prática de sexo sem preservativos em cena. Produtoras menores, grandes fornecedoras de conteúdo para plataformas nacionais e estrangeiras, interromperam gravações por falta de elenco. Nos bastidores, os atores pornô se dizem apavorados com a situação.

Duas das atrizes infectadas tinham participado de cenas de sexo grupal com troca de parceiros em outubro de 2021 – esse vídeo era produzido para o canal de um dos participantes na plataforma XVideos. 

Além delas, figuraram na produção outros quatro atores, cujos resultados para um teste de HIV realizado no ano passado foram negativos. Eles terão que fazer novos testes este mês. Em todas as situações, ninguém usou camisinha.

Ainda de acordo com o jornal, semanas antes, uma das atrizes havia participado de uma cena com uma intérprete trans para a produtora HardBrazil, igualmente sem proteção. Foi dessa atriz trans o primeiro resultado positivo para HIV.

Desde então, e até dezembro, todos os atores envolvidos gravaram cenas com outros parceiros, seja para alimentar seus canais pessoais ou para produtoras menores.

Obviamente, não é possível afirmar que as contaminações ocorreram dentro das gravações, afinal, o elenco também pratica sexo em suas vidas privadas, fora do alcance das câmeras.

As produtoras, normalmente, têm como prática exigir dos atores a realização de exames de HIV antes das gravações. No dia das cenas, eles então compartilham seus resultados uns com os outros

(Leia a reportagem completa clicando aqui.)

  Seja o primeiro a comentar!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Envie seu comentário preenchendo os campos abaixo

Nome
E-mail
Localização
Comentário