Português Italian English Spanish

História: 15 curiosidades sobre Tiradentes

História: 15 curiosidades sobre Tiradentes

Data de Publicação: 21 de abril de 2022 12:06:00

Por Redação
UOL

Joaquim José da Silva Xavier, o Tiradentes, foi um mártir da Inconfidência Mineira e seu dia é celebrado em 21 de abril desde 1965. Ele foi enforcado em 21 de abril de 1792, na Praça da Lampadosa (atual Praça Tiradentes), no centro do Rio de Janeiro.

Abaixo, listamos 15 curiosidades sobre Tiradentes que você não aprendeu na escola.

Barba e cabelo

Diferente do que mostram as imagens dos livros didáticos, Tiradentes nunca usou barba e cabelos longos. Por ser militar, o máximo que poderia usar era um discreto bigode. Na hora do enforcamento, ele estava de cabelo raspado e barba feita.

Perdeu a cabeça

Após o enforcamento, o corpo de Tiradentes foi separado em quatro partes que foram expostas no caminho entre Rio de Janeiro e Minas Gerais. Sua cabeça ficou à mostra em um poste, em praça pública. Na terceira noite, foi roubada e nunca mais foi encontrada.

Mineiro no Rio

Apesar de ser mineiro, foi no Rio de Janeiro que Tiradentes entrou em contato com as ideias revolucionárias iluministas e também se dedicou a melhorias urbanas na cidade, idealizando o abastecimento regular para a população, a construção de moinhos e serviços de barcas de transporte de passageiros. Ele foi enforcado no Rio de Janeiro, na atual Praça Tiradentes.

Novo herói

Não foi a morte que o transformou em um herói. Apenas em 9 de dezembro de 1965 que o dia 21 de abril - data do enforcamento de Tiradentes - foi considerado feriado nacional. Isso foi instituído pelo presidente Castelo Branco, por meio da Lei N. 4.897.

Comparação com Jesus Cristo

A primeira pintura oficial de Tiradentes data de 1890, quando foi feita retratando o mártir com barbas e bigodes, parecendo a imagem que se tem de Jesus Cristo.

Leilão

No dia 4 de julho de 1792, os instrumentos odontológicos usados por Tiradentes foram comprados em um leilão por Francisco Xavier da Silveira, que pagou 800 réis pela bolsa completa.

Filhos

Apesar de não ter se casado, Tiradentes deixou dois filhos: João, que teve com Eugênia Joaquina da Silva e Joaquina, fruto de seu relacionamento com a viúva Antônia Maria do Espírito Santo.

Sua fama como dentista não era das melhores

Como dentista, Tiradentes não gostava muito de arrancar os dentes de seus pacientes. Preferia preservá-los. Mas, quando era necessário, o fazia. Também fazia coroas em marfim e osso de boi para preservar os dentes possíveis.

Outros trabalhos

Além de ter trabalhado como dentista, Tiradentes foi tropeiro, minerador e até engenheiro. Entrou para a 6ª companhia de Dragões de Minas Gerais, como alferes, uma espécie de segundo-tenente.

Coração apaixonado

Aos 40 anos, Tiradentes se apaixonou por Ana, filha de um sargento, que tinha apenas 15 anos. O romance não teve sucesso, pois a moça já era prometida a outro homem.

Aparência

Segundo relatos da época, Tiradentes era alto, magro e muito feio.

Prisão

Tiradentes passou seus últimos três anos de vida na prisão antes de ser enforcado.

Últimas palavras

Os livros didáticos contam que as últimas palavras de Tiradentes foram "Cumpri minha missão, morro com a liberdade", porém, alguns relatos não oficiais dizem que, após subir os 21 degraus para chegar à forca, ele teria dito ao carrasco "seja rápido".

Carrasco

O escravo Jerônimo Capitânia tornou-se carrasco oficial quando trocou sua pena de morte por uma pena de prisão perpétua, ao ter sido encarregado de matar Tiradentes.

Patrono cívico da nação

Tiradentes é o "patrono cívico da nação", ou seja, o único brasileiro que tem sua data de morte como feriado nacional.

(Com adaptações . Leia original no UOL - aqui)

  Seja o primeiro a comentar!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Envie seu comentário preenchendo os campos abaixo

Nome
E-mail
Localização
Comentário