Português Italian English Spanish

Curiosidade: após morrer, mulher é comida pelos gatos de estimação na Russia

Curiosidade: após morrer, mulher é comida pelos gatos de estimação na Russia

Data de Publicação: 23 de junho de 2022 15:27:00

Por Isabelly de Lima
AVENTURAS NA HISTÓRIA

Em Bataysk, na Rússia, uma mulher foi comida por seus 20 gatos depois que desmaiou e morreu em sua casa. Conhecidos da vítima alegaram que ela não compareceu ao trabalho por vários dias e ficaram preocupados com o desaparecimento dela. De acordo com o tabloide inglês The Sun, eles decidiram então acionar a polícia.

Quando chegaram à casa da mulher, os oficiais ficaram horrorizados ao encontrar os restos mortais da vítima, cuja identidade não foi revelada, parcialmente devorados.  A mulher era uma criadora de pets que mantinha 20 gatos da raça maine coon, de grande porte, em sua casa. Quando as autoridades encontraram o cadáver, encontraram também os felinos, que estavam em estado precário e famintos.

Depois de analisarem os restos mortais em decomposição, os investigadores estimaram que a vítima estivesse morta há cerca de duas semanas. Diante da situação, os gatos ficaram sem alimentos por um longo período e, por instinto de sobrevivência, avançaram sobre a dona já morta, especulou uma pessoa que atendeu a chamada, mas não foi identificada pelo tabloide. (...).

Raça conhecida

Os animais sobreviventes foram retirados pelos policiais e encaminhados para cuidados veterinários. Aqueles que apresentaram melhores condições de saúde foram vendidos para novos donos por 29 libras cada um (aproximadamente 180 reais).  Os gatos maine coon são conhecidos por seu tamanho elevado e é uma das raças preferidas pelos amantes de felinos. Eles também são conhecidos por demonstrarem gentileza em suas interações com os donos e por sua natureza passiva.

Cientistas americanos descobriram que se os donos de gatos morrem dentro de casa, correm risco de serem devorados pelos felinos, caso estejam famintos. Tal comportamento foi confirmado pelos pesquisadores depois que dois gatos comeram pedaços de cadáveres em decomposição em um centro de pesquisas no Colorado, nos Estados Unidos.

A autora do estudo, a cientista Sara Garcia disse, via Uol, que "a principal teoria é que os gatos são comedores exigentes” e completou: "Uma vez que eles encontram uma comida que eles gostam, eles vão ficar com ela por um longo tempo”.

(Com algumas adaptações editoriais. Leia original na Aventuras na História - aqui)

  Seja o primeiro a comentar!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Envie seu comentário preenchendo os campos abaixo

Nome
E-mail
Localização
Comentário