Português Italian English Spanish

Funcionário que cuida do Enem não tem preparo para o cargo

Funcionário que cuida do Enem não tem preparo para o cargo

Data de Publicação: 26 de julho de 2022 13:32:00

Por Manuela Dorea
BLOG DA CIDADANIA

Um indicado a cargo comissionado no Inep (Instituto Nacional de Pesquisas e Estudos Educacionais Anísio Teixeira) tem causado transtornos na área que cuida das notas do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) por falta de preparo para o cargo, relatam funcionários do órgão.

Robério Alves Teixeira tomou posse em 8 de março deste ano em um cargo comissionado de DAS 4, um dos mais elevados da administração pública. [Com] remuneração mensal básica como coordenador-geral de Instrumentos e Medidas é de R$ 10.373,30, Robério é o responsável pelo setor que cuida das notas dos exames aplicados pelo Inep, como o Enem e o Saeb (Sistema de Avaliação da Educação Básica).

De acordo com relatos, sua falta de capacidade técnica para o cargo está paralisando o setor. Ele não participa de reuniões e, quando vai, costuma estar acompanhado de algum subordinado que entenda do assunto. Tem travado os trabalhos porque, por desconhecimento, não consegue delegar as tarefas e cumprir os cronogramas.

Foi ele quem recomendou ao Inep utilizar questões repetidas no Enem, contrariando o parecer da área técnica sobre o assunto. Depois desse episódio, um subcoordenador pediu exoneração do cargo de chefia e outros dois entraram com pedidos de licença médica. De acordo com funcionários a par da situação, outros servidores pediram férias na expectativa de a situação ter sido resolvida quando retornassem. Dos 26 colaboradores da área, segundo o próprio Inep, só 14 estão trabalhando atualmente.

A maior preocupação no momento é com o novo Enem, uma adequação do exame ao novo ensino médio. A partir de 2024, os candidatos farão uma prova de formação básica geral (alinhada a conteúdos da Base Nacional e de caráter mais interpretativa) e uma segunda etapa para avaliar os itinerários formativos.

Coube a Inep definir diretrizes desse novo formato de prova até o final do ano, para dar tempo de construir um novo banco de questões. Funcionários contam que, até o momento, Robério ainda não nomeou ninguém da equipe para tratar do assunto. Preocupados, seus subordinados procuraram a diretora acima dele, Michele Melo, e pediram uma solução para a situação. Em vez disso, no dia seguinte, ele foi nomeado substituto eventual de Michele.

Procurado, o Inep afirmou não haver atrasos na discussão do novo Enem. A primeira reunião do Comitê de Governança do Exame Nacional do Ensino Médio aconteceu nesta sexta-feira (22) e ficou acertada uma nova reunião para o dia 26 de agosto, quando as equipes que trabalharão nas diretrizes serão apresentadas.

O órgão afirmou ainda que a indicação de Robério para o cargo “foi realizada considerando a sua capacidade técnica e acadêmica. Ele é graduado em pedagogia e em ciências econômicas, além de possuir pós-graduação em psicopedagogia clínica e institucional”. Por fim, o Inep destacou que o mês de julho é quando usualmente os servidores pedem para sair de férias.

(Com adaptações editoriais. Reportagem original da FSP - aqui)

  Seja o primeiro a comentar!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Envie seu comentário preenchendo os campos abaixo

Nome
E-mail
Localização
Comentário