Português Italian English Spanish

EIeição 2020 em Parauapebas: seria possível a formação de uma frente de oposição ao Darci?

EIeição 2020 em Parauapebas: seria possível a formação de uma frente de oposição ao Darci?

Data de Publicação: 12 de novembro de 2019

Por Sinvaldo Braga
Canal 2N
12:06

Na tarde de ontem, circulou nas redes sociais em Parauapebas uma foto em que alguns dos pré-candidatos a prefeito estariam reunidos. Na foto (reproduzida abaixo), é possível ver Valmir da Integral, Marcelo Catalão e Miquinha da Palmares em um momento de pura descontração regado a pão de queijo e café.

Não foi divulgado o real motivo do encontro, não se sabe exatamente o que os tais pré-candidatos estariam conversando, deduz-se que não tenha sido um encontro entre velhos amigos para botar o papo em dia. Ora, o que teriam em comum um empresário, um fazendeiro e um ex trabalhador sem terra a ponto de propor um encontro apenas para falar de amenidades? Nada. A pauta do encontro é escandalosamente óbvia: eleição 2020.

Na semana passada o Canal 2N publicou com exclusividade uma pesquisa realizada pelo Instituto Intelidata simulando a eleição municipal de 2020 em Parauapebas. Na pergunta estimulada, o pré-candidato Valmir da Integral lidera a corrida com 24,08%, Marcelo Catalão aparece com 7,09% e Miquinha da Palmares com 3,94%.

Com relação ao Miquinha, há de se observar um detalhe: na condição de presidente do Partido dos Trabalhadores (PT), conclui-se que um acordo de sua parte se estenderia ao pretenso pré-candidato Raimundo Neto, que por sua vez aparece com 5,31% de intenção de votos na mesma pesquisa e também é filiado ao PT.

Diante do exposto, é matematicamente possível afirmar que ontem estavam reunidos líderes políticos da oposição que, juntos, somam mais de 40% na intenção de votos.

Óbvio que não há transferência de votos automática entre candidatos, por isso mesmo usei o termo “possível”, mas tanto a pesquisa Intelidata como todas as outras a que tive acesso aos números apontam para uma única conclusão: se a eleição para prefeito for polarizada, Darci não terá a menor chance de escapar de uma retumbante derrota.

Tomando como referência os números da pesquisa Intelidata, a união entre Valmir da Integral, Marcelo Catalão, Miquinha e Raimundo Neto formaria uma chapa com 40,42% em potencial de votos contra 16,34% de Darci.

É evidente que a formação de uma frente de oposição à reeleição de Darci não será fácil, pois cada partido e candidato têm seus próprios projetos, estratégias e vaidades que os opõem.

Mas contra todos os prognósticos, se a oposição - ou apenas parte dela - chegasse a um consenso e formasse uma única chapa com o intuito de polarizar a eleição, não restaria outra alternativa ao prefeito: melhor seria aproveitar o ano de 2020 para esvaziar as gavetas com bastante calma e tranquilidade.

 

  Seja o primeiro a comentar!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Envie seu comentário preenchendo os campos abaixo

Nome
E-mail
Localização
Comentário