Português Italian English Spanish

Parauapebas: entrou água no chope do Darci

Parauapebas: entrou água no chope do Darci

Data de Publicação: 22 de novembro de 2019

Por Sinvaldo Braga
Canal 2N
16:26

Darci Lermen vinha visivelmente imprimindo uma grande pressão para tentar sair da incômoda posição de alta rejeição e baixíssimos percentuais de intenções de votos nas pesquisas.

Foram dezenas de obras iniciadas e outras tantas anunciadas nos últimos meses. Nas últimas semanas, como bem observou meu amigo Léo Mendes, o governo passou a tentar ocupar um espaço que até então era dominado por opositores: as redes sociais.

Lentamente, notou-se uma suave queda no índice de rejeição e uma pequena elevação nas intenções de votos em sondagens realizadas nos últimos dias.

Como a oposição ainda bate cabeça e o primeiro colocado nas pesquisas não consegue manter nem mesmo seu grupo mais próximo unido, o governo viu uma luz emergir no fim do túnel.

A expectativa era que dentro do primeiro semestre de 2020 já se pudesse apresentar bons índices de aprovação e Darci Lermen aparecesse disputando a ponta nas pesquisas eleitorais. Tudo muito bem planejado, só esqueceram de combinar com a mãe natureza.

Eis que uma chuva torrencial caiu sobre Parauapebas no fim da tarde de ontem (21). Foi apenas pouco mais de uma hora de chuva, mas para o governo foi como se chovesse 40 dias e 40 noites: um verdadeiro dilúvio em suas pretensões.

As obras se desmancharam em lama, literalmente. Vários pontos de alagamentos surgiram por toda a cidade como nunca havia acontecido antes na história de Parauapebas.

A culpa da tragédia, mesmo que não seja tecnicamente provável, recaiu sobre as mesmas obras que eram consideradas a bala (ou balas) de prata do Darci.

A opinião pública que vinha lentamente se arrefecendo em relação ao governo, desde ontem explodiu como um vulcão. Seja em ambiente virtual ou físico, Darci tem sido massacrado sem dó nem piedade.

Sempre reconheci em Darci um político carismático e habilidoso, mas fazendo um zoom e observando mais de perto sua carreira fica evidente que suas vitórias foram um misto de habilidade com sorte, talvez mais sorte que habilidade.

Desta vez parece que a sorte o abandonou e dá sinais de que não haverá reconciliação entre os dois.

Não gosto de ser portador de más notícias, mas me sinto na obrigação de avisar: Darci, o inverno está apenas começando, se as grandes obras eram sua esperança de virar o jogo, sinto em informar, seu planejamento foi por água abaixo, LI-TE-RAL-MEN-TE!

 

  Seja o primeiro a comentar!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Envie seu comentário preenchendo os campos abaixo

Nome
E-mail
Localização
Comentário