Português Italian English Spanish

O PT do Pará não merece o PT do Brasil

O PT do Pará não merece o PT do Brasil

Data de Publicação: 18 de dezembro de 2019

Por Sinvaldo Braga
Canal 2N
12:32

A bancada do Partido dos Trabalhadores na Assembleia Legislativa do Pará resolveu endossar a Reforma da Previdência do governador Helder Barbalho. A direção estadual do partido soltou uma nota tentando explicar a posição dos parlamentares e reafirmando o apoio do partido à Reforma.

Contra a orientação do Diretório Nacional do próprio PT, a posição dos parlamentares e da direção estadual enfureceu grande parte dos presidentes dos diretórios municipais do partido no Estado. Vários presidentes municipais soltaram uma nota conjunta externando indignação e se posicionando contra a decisão da Executiva Estadual e dos parlamentares em apoiar a Reforma da Previdência de Helder Barbalho.

Pelo jeito o novo presidente estadual do PT, o deputado federal Beto Faro, não perdeu tempo nem oportunidade em mostrar a que veio. Deixou claro logo no primeiro mês de gestão que sua missão se resume basicamente em desmoralizar o partido, manchando sua história de luta a favor dos direitos dos trabalhadores em troca de cargos no governo estadual.

Lamenta-se que nessa nota conjunta divulgada pelos diretórios municipais não se pôde constatar a posição da direção do partido em Parauapebas. Parece que o “faro” para a política do ex-vereador e atual presidente municipal do PT, Miquinha da Palmares, não permite que ele consiga perceber a gravidade da situação.

Mas, caso eu esteja enganado e o “faro” do Miquinha esteja bem mais apurado do que poderia imaginar, temo que o PT de Parauapebas vá servir de bucha de canhão para aquele que oferecer mais, seja Valmir, Darci ou Catalão, pois o que importa são os cargos que serão negociados. Lamentavelmente é isso que se deduz da posição da Executiva Estadual e do silêncio do presidente municipal do PT sobre a Reforma da Previdência.

Abaixo reproduzo a Nota Oficial dos presidentes municipais do PT que ainda possuem alguma dignidade e amor pela história do partido:

NOTA DAS PRESIDENTAS E PRESIDENTES DOS DIRETÓRIOS MUNICIPAIS DO PT/PA

Os Presidentes Municipais do Partido dos Trabalhadores, abaixo assinados, vêm, de público questionar a posição do PT/PA e da bancada do PT na ALEPA ao apoiar, ainda que com reservas, o Projeto nefasto que altera as regras de aposentadoria para os Servidores Estaduais.

Entendemos que a Resolução do Diretório Nacional do PT é bastante clara ao orientar sua militância e seus dirigentes a se posicionarem contra a reforma da previdência e, por consequência, os ajustes nos Estados e Municipios.

As Presidentas e Presidentes, signatários desse documento alertam a Executiva do PT/PA que o nosso compromisso histórico é com o povo paraense e conclama a militância, os dirigentes e detentores de mandatos eletivos a se somarem ao conjunto das trabalhadoras e trabalhadores, aos sindicatos, aos movimentos sociais e populares e aos partidos políticos do campo democrático para, juntos, empreenderem todos os
esforços e rechaçarem essa proposta danosa ao povo, dizendo NÃO aos ajustes e à Reforma Previdenciária nos Estados e Municípios paraenses, cuja aprovação trará enormes retrocessos contra os servidores/as.

Assim, lembramos que o PT foi forjado nas lutas dos trabalhadores/as, inclusive com reconhecido protagonismo dos servidores estaduais, e dessas lutas emergiram suas principais lideranças, motivo pelo qual renovamos nosso compromisso histórico com o trabalhadores paraenses, questionamos a orientação da Executiva Estadual, condenamos, veementemente, a forma violenta e covarde com que a polícia, a mando do Governador Helder Barbalho, tratou os servidores/as na data de ontem, privando os manifestantes de ter acesso ao plenário e até a banheiros, atacando com gás de pimenta, agredindo-os com cacetetes e tiros.

Hipotecamos todo o nosso apoio e a nossa solidariedade aos valorosos/as companheiros/as, servidores/as estaduais, que lutam, corajosamente, contra o Projeto Neoliberal e Neo-fascista que se pretende implantar no país e no Estado do Pará.

Por fim, as Presidentas e Presidentes dos Diretórios Municipais do PT, no Estado do Pará, abaixo assinados, lamentam a postura do PT/PA e pedem à Executiva Estadual que reveja sua orientação à bancada e não meça esforços para derrotar esse vergonhoso ajuste à reforma perpetrado pelo Governo Hélder que altera as regras da Previdência Estadual, massacrando os trabalhadores.

Não aos Ajustes da Previdência!

Pará, 18 de Dezembro de 2019.

Assinam essa nota as Presidentas e Presidentes dos Diretórios Municipais:

1- Rivelino Zarpellon – Xinguara
2- Irineu Alves Pereira – Redenção
3- Toizim Moreira – Tailândia
4- Viviane Gomes- Santa Maria do Pará
5- Ronaldo Silva Santos – Água Azul do Norte
6- Pedro Souza – Cametá.
7- Ronildo da Silva Pereira – Floresta do Araguaia
8- Aldo Brito dos Santos – Vigia de Nazaré
9- Alberto Barbosa – Bonito
10- Mauro Menezes _ Capanema
11- Pedro Sousa – Santo Antônio do Tauá
12- Francico Portilho Gaia – Oeiras do Pará
13- Ana Marta Pampolha da Costa – Soure
14- Núbia Marilia da Fonseca Silva – Tucuruí
15- Charliane Alves Freitas Thomes – Placas
16- Manoel Raimundo Alves Pompeu – Breu Branco
17- Glaybe Pimentel – Igarape-Miri
18- Maria Sebastiana F. Da Silva – Muaná
19- Raimundo Oliveira – Ourilândia
20- Manoel Ladislau – Breves
21- Carlos Maurer – Rurópolis
22- Tarcízio Venturim – Brasil Novo
23- Rosivaldo Moraes – Cachoeira do Arari
24- Maria do Carmo – Almerim
25- Nelson Meireles Barroso – Mocajuba
26- Raimundo Nonato Macedo da Silva – Pau Darco
27- Airton Cley – Curuçá
28- João Gonçalves Lima Neto – Novo Repartimento
29- Leidson Nunes – Santa Cruz do Arari
30- Ademir Martins – Marabá
31- Manoel João da Costa Ferreira – Baião
32- Roberto Neto da Silva – Rio Maria

  Seja o primeiro a comentar!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Envie seu comentário preenchendo os campos abaixo

Nome
E-mail
Localização
Comentário